Buscar

Quais são e quando começar os exames de pré-natal.

Atualizado: Jul 15




Você fez um teste de gravidez e deu positivo? Então, agora você sabe que precisa redobrar seus cuidados para manter a sua saúde e a do seu bebê em ordem, certo? Durante este período de 9 meses, devem ser realizados uma série de exames pré-natal, por isso é necessário saber quais são, para não se esquecer de quaisquer consultas.


Na verdade, os exames médicos durante a gravidez são essenciais para evitar complicações graves e proteger a saúde do bebê. Se não forem tratadas, certas doenças podem prejudicar o desenvolvimento do feto, enquanto outras doenças podem ser transmitidas pela mãe.


Continue acompanhando para saber quais são os principais exames a serem feitos durante o pré-natal. Veja a seguir!


Hemograma completo

O hemograma é um teste utilizado para avaliar todos os componentes presentes no sangue: o número de plaquetas, glóbulos brancos e glóbulos vermelhos. Sua função é determinar se uma mulher grávida sofre de anemia — durante a gravidez, o conteúdo de líquido aumenta em 50% e, portanto, o ferro é dissolvido, o que leva à anemia.


Esse tipo de exame pré-natal também mostra se a função de coagulação do sangue está dentro da faixa normal, se o sistema imunológico está fortalecido ou se há sinais de infecção no corpo. Nesse caso, é possível realizar o tratamento adequado antes que a situação se agrave e coloque em risco a saúde da mãe e a gravidez.


Esse exame deve ser realizado na primeira consulta do pré-natal e a cada trimestre, conforme as orientações do obstetra.


Sorologia para hepatites virais

A lista de exames pré-natais também inclui testes sorológicos para hepatites virais B e C, que são provavelmente transmitidas por meio de relações sexuais. Essas doenças podem prejudicar o desenvolvimento dos bebês, portanto, se as mulheres grávidas estiverem infectadas, será necessário iniciar o tratamento. Deve ser feito no primeiro e terceiro trimestre, conforme as orientações médicas.


Sumário de urina

Os exames pré-natal de urina podem indicar a presença de sangramento ou bactérias, pus (leucócitos), proteínas e glóbulos vermelhos. Essa condição pode ser um sinal de infecção do sistema urinário, embora nem sempre mostre sintomas. Além disso, o teste permite identificar problemas de incontinência ou algum outro tipo de inflamação.


Vale ressaltar que esse exame é muito importante porque pode evitar complicações graves, como danos aos rins e outros órgãos do corpo, que podem levar ao parto prematuro e também prejudicar a saúde da mãe. Se o resultado for positivo, mais testes são necessários para detectar o tipo de bactéria que causou a alteração.


Com isso, o exame de sumário de urina deve ser realizado na primeira consulta do pré-natal e mais duas vezes ao longo da gestação, ou quando o obstetra solicitar.


Sorologia para HIV e VDRL

Devem ser realizados testes sorológicos para HIV e VDRL para determinar se a mãe tem vírus da AIDS e sífilis, respectivamente. Se não forem tratadas, as duas doenças podem se espalhar e causar danos ao bebê. O HIV danifica o sistema de defesa e a sífilis afeta o coração, o sistema nervoso central e outras partes do corpo. Esse exame deve ser feito regularmente, uma vez a cada seis meses, e no início do pré-natal.


Além desses exames, temos outros que são recomendados:

  • Toxoplasmose IgM e IgG

  • Rubéola IgM e IgG

  • Citomegalovirus IgM e IgG

  • Combs Indireto (se mãe RH negativa e Pai RH Positivo)

  • HTLV


Esses foram os principais exames pré-natal necessários ao longo da gestação. Tenha sempre em mente que é fundamental realizá-los para manter a boa saúde da mãe e do bebê. Por isso, busque um laboratório de confiança para fazer os exames exigidos.

Agora que você já sabe quando começar o pré-natal, conheça o Check-Up Pré-Natal do CLAB e agende já seus exames!


14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo