top of page

HIPERTENSÃO

Hipertensão Arterial Sistêmica (HSA) é definida pela Sociedade Brasileira de Cardiologia como sendo uma: Condição clínica multifatorial caracterizada por elevação sustentada nos níveis pressóricos.



A Pressão Alta (como é popularmente conhecida), é uma das doenças mais comuns no mundo: ela acomete em torno de 1 bilhão de pessoas em todo o planeta, sendo que no Brasil, mais especificamente, ela afeta cerca de 32,5% (36 milhões) da população adulta e até 60% dos idosos.


O Brasil é o sexto Pais com mais mortes por doenças cardíacas (Infartos e HAS).

HAS aumenta o risco de AVC (Derrame) em 5 vezes.

É a segunda maior causa de doenças renais, ficando atrás da diabetes que é a primeira.




Fatores de risco:


• Genética

• Afrodescendentes

• Homem acima de 55 anos

• Mulheres acima de 65 anos

• Idade (quanto mais velho, maior o risco)

• Excesso de sal (Um dos principais)

• Excesso de bebida alcoólica

• Tabagismo (cigarro)

• Sobrepeso e obesidade

• Dislipidemia (colesterol alto)

• Diabetes (açúcar alto)


Vermelho - Alerta: Hipertensão

PA : 140/90 mmHg

Amarelo - Atenção: Pré-hipertensão

PA entre 121-139/81-89 mmHg

Verde - Livre: Normal

PA s 120/80 mmHg


Problemas causados peça HAS - Lesão de órgão alvo:

As alterações no fluxo sanguíneo podem afetar de modo negativo outros órgãos e funções do corpo. Rins, Coração e Sistema Nervoso Central são os que mais sofrem as consequências da pressão alta.


AVC: Acidente Vascular Cerebral

ICC: Insuficiência Cardíaca Congestiva

IAM: Infarto Agudo do Miocárdio


Diagnóstico:

O ideal é que adultos com PA _<120x80mmHg realizem a aferição da pressão ao menos uma vez a cada 2 anos, pessoas acima desse valor, devem realizar a medição anualmente.


Pré-hipertensão:

Pressão arterial entre 121 e 139 x 81 a 89 mmHg

São aquelas pessoas que estão no meio termo entre o que é considerado normal (≤ 120x80mmHg) e o que é hipertensão (≥ 140x90mmHg). Assim, elas possuem grande probabilidade de se tornarem hipertensas e também um maior risco de desenvolverem alguma complicação cardiovascular e é justamente por isso que precisam ser acompanhadas com mais regularidade.

Hipertensão (pressão alta)

Pressão arterial > ou = a 140 x 90 mmHg




Curiosidade:

Efeito do Avental Branco O efeito do avental branco se dá quando o valor da PA no consultório é diferente de quando o paciente está fora dele, desde que essa diferença seja ≥ 20mmHg no caso da PAs e/ ou ≥ 10mmHg na PAd. Contudo, tal diferença não muda o diagnóstico, ou seja, mesmo com essa variação, um indivíduo normotenso continuará sendo classificado como normotenso e um hipertenso continuará sendo classificado como hipertenso.


Legenda:

PAS: Pressão Arterial Sistólica (contração do coração)

PAD: Pressão Arterial Diastólica (relaxamento do coração)

LOA: Lesão de órgão alvo (ex: rins, olho, cérebro, coração..)

DM: Diabetes mellitus

DCV: Doença Cardiovascular

DRV: está errado o certo é DRC: Doença do Renal Crônica



Exames para o diagnóstico e tratamento da HAS: (converse com seu médico)

  • Hemograma

  • Glicose

  • Hemoglobina Glicada – HbA1c

  • Colesterol Total e frações (HDL, Não HDL, LDL, VLDL)

  • Triglicérides

  • Proteína C Reativa Ultrassensível

  • Ureia

  • Creatinina (Taxa de Filtração Glomerular Estimada)

  • Ácido Úrico

  • Microalbuminúria - Amostra Isolada

  • Proteinúria - Amostra Isolada

  • Sumário de Urina

  • Raio X de tórax

  • Eletrocardiograma

  • Ecocardiograma

  • Teste ergométrico

  • MAPA


Esses exames laboratoriais são importantes principalmente porque através deles podemos investigar se há lesão de órgão alvo (LOA). Mas além disso, eles podem ser fundamentais para ajudar a determinar o risco cardiovascular do paciente e investigar a causa da HAS.


TRATAMENTO NÃO MEDICAMENTOSO E MEDICAMENTOSO:

Uma vez tendo diagnosticado a HAS, só nos resta agora tratá-la. Bem... o tratamento da hipertensão não tem o objetivo de curá-la, mas sim de controlar a PA e para isso ele envolve a adoção de medidas medicamentosas e não medicamentosas.


Tratamento Não Medicamentoso

O tratamento não farmacológico consiste em realizar uma série de mudanças no estilo de vida do paciente e dentre elas estão:

• Alimentação saudável - Reduz a PA em até 11mmHg

• Reduzir consumo de sal de cozinha - Reduz a PA em até 6mmHg

• Reduzir consumo de álcool - Reduz a PA em até 6mmHg

• Diminuir estresse

• Cessar tabagismo - Reduz risco cardiovascular

• Reduzir peso - Reduz a PA em até 5mmHg

• Exercício físico - Reduz a PA em até 8mmHg


Tratamento Medicamentoso

Já o tratamento farmacológico, por sua vez, se baseia principalmente em 4 classes de medicamentos: (precisa de prescrição médica)

• Diuréticos

• Antagonistas do Cálcio

• Inibidores de Enzima Conversora de Angiotensina (IECA)

• Bloqueador do Receptor AT1 (BRA)

• Bloqueadores Adrenérgicos






73 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Anemia

Comments


bottom of page