top of page

OBESIDADE

Atualizado: 27 de mar. de 2023

Pela definição da Organização Mundial da Saúde (OMS), obesidade é o excesso de

gordura corporal, em quantidade que determine prejuízos à saúde. Uma pessoa é

considerada obesa quando seu Índice de Massa Corporal (IMC) é maior ou igual a 30

kg/m2 e a faixa de peso normal varia entre 18,5 e 24,9 kg/m2.




EPIDEMIOLOGIA:

Já é considerada uma epidemia global 2015, aproximadamente 108 milhões de crianças e 604 milhões de adultos em todo o mundo eram obesos.

IMC (Índice de Massa Corporal): É calculado dividindo o peso (em kg) pela altura ao quadrado (em metros).

IMC médio está aumentado em todo o mundo.

Em adultos, o sobrepeso e a obesidade atingiram 57% e 21% da população em 2013,

respectivamente.



FATORES DE RISCO:

O estilo de vida moderno, caracterizado por uma rotina corrida de estresse nos principais centros e capitais do Brasil, somado ao sedentarismo e à alimentação inadequada, são os principais fatores responsáveis pela obesidade, quando associados a distúrbios genéticos e hormonais prévios.





DIAGNOSTICO:

A avaliação de um paciente com sobrepeso ou obesidade deve incluir estudos clínicos e

laboratoriais. As informações combinadas são usadas para caracterizar o tipo e a gravidade da obesidade, determinar o risco à saúde e fornecer uma base para a seleção da terapia.

Importância do rastreamento – mais de 50% não tem diagnóstico.

Todos os pacientes adultos devem ser examinados com medição de altura, peso e ter o cálculo do índice de massa corporal (IMC) como parte do exame físico de rotina. Medir a

circunferência da cintura naqueles com IMC entre 25 e 35 kg/m².



Circunferência abdominal 102 cm para homens e >88 cm para mulheres é considerada elevada e indicativa de risco cardiometabólico aumentado.


TRATAMENTO:

O tratamento da obesidade é multiprofissional. Pacientes com IMC > 25kg/m² são candidatos a intervenções para perda de peso.

A abordagem descrita a seguir é baseada no consenso de especialistas.

O objetivo da terapia é prevenir, tratar ou reverter as complicações da obesidade, incluindo

diminuição na qualidade de vida.

Benefícios já surgem com perda de 5% do peso.

Metas de 30% ou mais, geralmente são cirúrgicas.

O tratamento inicial de indivíduos que se beneficiariam com a perda de peso é uma

intervenção abrangente no estilo de vida: uma combinação de dieta, exercícios e modificação comportamental.



Estilo de Vida com Nutricionista e educador físico:

Os 2 objetivos principais da intervenção do estilo de vida:

Dieta: Mínimo de 7% de perda de peso por meio de uma dieta hipocalórica com baixo

teor de gordura.


Exercício físico: Mínimo de 150 minutos de exercícios por semana (como caminhada

rápida). Ideal – 300 minutos por semana.


Terapia Comportamental com psicólogo:

O terapeuta irá focar em alguns pontos:

  • Mudanças de longo prazo

  • Comportamento alimentar

  • Modificando e monitorando sua ingestão de alimentos

  • Modificando sua atividade física

  • Controlando estímulos no ambiente que desencadeiam a alimentação

Terapia Medicamentosa com seu médico:

Pode ser considerada para aqueles com um IMC > 30.

IMC de 27 a 29,9 com comorbidades relacionadas ao peso. Ex: diabetes, HAS


Terapia Cirúrgica:

Cirurgia bariátrica

Os candidatos incluem adolescentes e adultos com:

  • IMC>40 kg/m²

  • IMC de 35 a 39,9 kg/m² com pelo menos uma comorbidade grave



Exames para o tratamento da Obesidade: (converse com seu médico)

  • Hemograma

  • Glicose

  • Hemoglobina Glicada – HbA1c

  • Colesterol Total e frações (HDL, Não HDL, LDL, VLDL)

  • Triglicérides

  • Proteína C Reativa Ultrassensível

  • Ureia

  • Creatinina (Taxa de Filtração Glomerular Estimada)

  • Ácido Úrico

  • T4 Livre

  • TSH

  • Vitamina D

  • Proteinúria - Amostra Isolada

  • Sumário de Urina

  • Raio X de tórax

  • Eletrocardiograma

  • Aferição da pressão sanguínea

  • Calcular IMC

  • Medir circunferência abdominal


Não existe existe dieta milagrosa. Procure seu endocrinologista.

28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Anemia

Комментарии


bottom of page